No 7420 Ano 31   © 2017   3a-feira 21nov2017
nanoJORNAL para Tablets & smartphones

Segovia assume a Polícia
Federal e choca-se com MPF

Nem bem assumiu o cargo, ontem, o novo diretor-geral da Polícia Federal (PF), Fernando Segóvia, criou polêmica. Defendeu a prerrogativa da corporação de fechar acordos de delações, o que o Ministério Público Federal diz ser inconstitucional - uma ação sobre o assunto tramita no Supremo. Segóvia fez menção à denúncia do ex-procurador-geral Rodrigo Janot contra o presidente Michel Temer. "Uma única mala [de dinheiro] talvez não desse toda a materialidade criminosa que a gente necessitaria para resolver se havia ou não crime", disse Segóvia. Segundo ele, Temer lhe deu carta-branca para investigar.

O BRASIL E O MUNDO HOJE
Elizabeth e Phillip: 70 anos de casados, bodas de platina.

foto Buckingham Palace





Renan condenado a perda do mandato Por improbidade administrativa, o senador Renan Calheiros (PMDB-AL) foi condenado ontem à perda do mandato e dos direitos políticos por oito anos, segundo sentença do juiz federal Waldemar Carvalho, da 14ª Vara Federal. A sentença foi tornada pública ontem. O senador foi condenado em caso envolvendo supostas vantagens indevidas da construtora Mendes Júnior, acusada de bancar despesas pessoais da jornalista Monica Velloso com quem o senador mantinha relacionamento extraconjugal. Foram condenados ainda Cláudio Gontijo Teixeira e a empresa Mendes Júnior, que terão de pagar multa solidária de R$ 246 mil.

Temer e Maia discutem reforma da Previdência Na hora do almoço, ontem, o presidente Michel Temer e o presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ) reuniram-se para discutir a reforma da Previdência. Temer decidiu ceder espaços no governo a Maia, em troca do compromisso do deputado em liderar o centrão - partidos como PP, PR, PTB e PRB - na votação. Segundo auxiliares de Temer, estava difícil satisfazer o centrão, e a entrega do Ministério das Cidades ao deputado Alexandre Baldy (GO), amigo de Maia [ver POLÍTICA], é um sinal para que ele ajude na articulação dos partidos mais resistentes.

Índices / Mercado

MOEDAS
            Compra  Venda
Dólar
Comercial   3,2614  3,2620
PTax        3,2782  3,2788

OURO
R$/grama       BM&F 134,00

BOLSAS
S Paulo  (Bovespa)  +1,28%
S Paulo  (IBx)      +1,26%
S Paulo  (IBx-50)   +1,31%

Poupança antiga    0,5000%
Poupança nova      0,4690%



Black Friday: entusiasmo cuidadoso. Programada para 6a-feira, 24nov17, a 8ª edição da Black Friday deve consolidar o evento como uma das principais datas de vendas do comércio. Estimativa do Serviço de Proteção ao Crédito (SPC Brasil) e da Confederação Nacional dos Dirigentes Lojistas (CNDL) apontam volume de negócios próximo de R$ 2,2 bilhões - 20% a mais do que em 2016. Cerca de 39% dos consultados planejam fazer compras durante a promoção, mas 43% vão analisar bem os preços. O índice reflete a dúvida nas edições anteriores em que parte das lojas apenas simulava descontos.

Dia da Consciência Negra comemorado Em memória do Dia da Consciência Negra, ontem, houve atos contra racismo em São Paulo, no Rio de Janeiro, Salvador e muitas outras cidades em todo o País. Em São Paulo, houve desentendimento dos organizadores com a Cia de Engenharia de Tráfego (CET), que não queria permitir um caminhão de som na faixa de pedestres da avenida Paulista. No final, houve acordo. A data também foi celebrada no Parque Memorial Quilombo do Palmares, na Serra da Barriga, em Alagoas. O Dia da Consciência Negra faz referência ao dia da morte do líder negro Zumbi dos Palmares. É comemorado em 1.045 cidades do País.

Chile: Piñera vai a 2º turno com Guillier. Com 99,98% dos votos apurados nas eleições presidenciais chilenas, o ex-presidente Sebastián Piñera, candidato da coligação de direita "Chile Vamos", conseguiu 36,6% dos votos, desempenho abaixo do esperado ou previsto pelas pesquisas. O candidato Alejandro Guillier, do Nova Maioria, centro-esquerda, apoiado pela presidente Michelle Bachelet, aparece em segundo, com 22,7%, pouco à frente da representante da esquerda radical, Beatriz Sánchez, com 20,3%. Piñera agora acena para o centro e a extrema-direita para vencer Guillier no 2º turno.

E MAIS:
Leitura // Vinicius: grande em tudo.
   
Vinicius de Moraes (1913-1980) dispensa apresentações. O escritor vem encantando gerações com seus poemas, suas músicas gravadas por incontáveis intérpretes, seus textos em prosa, suas peças de teatro. Diante de um conteúdo tão vário e vasto, optou-se por dividir a obra em dois volumes, para uma leitura mais confortável. O primeiro abriga a poesia e a prosa poética de Vinicius, introduzidas pelo belo texto de sua irmã Laetitia Cruz de Moraes. O segundo é dedicado à prosa, ao teatro e ao conhecidíssimo cancioneiro do autor. Coube a Eucanaã Ferraz a tarefa de organizar a obra, estabelecendo o texto e corrigindo erros que vinham se perpetuando ao longo dos anos. Um trabalho criterioso, que se evidencia em todos os detalhes e faz brilhar o gigante das nossas letras que é Vinicius de Moraes. // Obra Reunida de Vinicius de Moraes / Vinicius de Moraes / Organização Eucanã Ferraz / Editora Nova Fronteira, 1.232 páginas, R$ 129,90 / Menor preço: R$ 103,80 (livraria.folha.com.br) / O frete pode encarecer uma oferta: verifique sempre.

Jornaldodia nanoJornal para tablets & smartphones
© 2016   http://www.jornaldodia.com.br>Jornaldodia / Brasil