No 7774 Ano 32   © 2019   4a-feira 22mai2019
nanoJORNAL para Tablets & smartphones

Oposição concorda em
votar MP dos Ministérios

Líderes do chamado centrão no Congresso fecharam ontem acordo com o presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), para votar ainda esta semana a medida provisória que reorganiza a estrutura de governo. A MP foi editada pelo presidente Jair Bolsonaro no início de seu mandato e pode expirar no dia 03jun19, caso não seja votada até lá nos plenários da Câmara e do Senado. A principal medida foi a redução do número de ministérios de 29 para 22.

O BRASIL E O MUNDO HOJE
Chef Jamie Oliver: situação difícil para 25 restaurantes e cerca de mil funcionários.

foto Divulgação





Maia rompe com o líder do governo Aborrecido com uma charge divulgada pelo líder do governo, deputado Major Vitor Hugo (PSL-GO), o presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), rompeu relações com ele. Na charge, uma pessoa aparece chegando ao Congresso com um saco de dinheiro na cabeça com a isncrição "diálogo". "Minha postagem no grupo do PSL meses atrás não foi ataque ao Parlamento, pelo contrário", disse o Major Vitor Hugo. O deputado disse ter ficado "surpreso" com a atitude de Maia. "Mas torço para que a gente consiga construir pontes como venho tentando construir desde o começo da legislatura", afirmou.

Confiança da indústria cai 1,6 ponto Na prévia de maio, divulgada ontem pela Fundação Getúlio Vargas (FGV), o Índice de Confiança da Indústria recuou 1,6 ponto percentual, em relação ao mês anterior. O indicador passou para 96,3 pontos, em uma escala de zero a 200. A queda do índice foi puxada pela redução na confiança em relação ao momento atual e aos próximos meses. O Índice da Situação Atual caiu 0,4 ponto para 98,1 pontos, enquanto o Índice de Expectativas recuou 2,9 pontos, indo para 94,5 pontos. O Nível de Utilização da Capacidade Instalada da Indústria subiu 0,2 ponto para 74,7%, na prévia de maio.

Índices / Mercado

MOEDAS
            Compra  Venda
Dólar
Comercial   4,0472  4,0478
PTax        4,0804  4,0810

OURO
R$/grama       BM&F 166,54

BOLSAS
S Paulo  (Bovespa)  +2,76%
S Paulo  (IBx)      +2,76%
S Paulo  (IBx-50)   +2,79%

Poupança antiga    0,5000%
Poupança nova      0,3715%



Liberado capital estrangeiro em aéreas O plenário da Câmara aprovou ontem à noite a Medida Provisória (MP) 863/18, que autoriza as empresas de aviação com sede no Brasil a terem participação ilimitada de capital estrangeiro. Com isso, deixa de existir o limite de 20% nas aéreas nacionais. No entanto, o dispositivo pode perder a validade caso não seja aprovado pelo Senado hoje. O relator da proposta, senador Roberto Rocha (PSDB-MA), incluiu no texto o fim da cobrança por bagagem despachada e a exigência de que as empresas estrangeiras sejam obrigadas a operar rotas regionais.

Bolsonaro avalia alterar decreto de armas O governo federal revisa o Decreto 9.785/2019, que mudou regras sobre aquisição, cadastro, registro, posse, porte e comercialização de armas de fogo. A norma foi publicada no último dia 08mai19. O porta-voz da Presidência, Otávio Rêgo Barros, informou ontem que um dos pontos que poderá ser alterado é a permissão para que civis com porte de armas possam adquirir fuzis. A Advocacia-Geral da União (AGU) também informou que vai pedir ao Supremo a prorrogação do prazo para a Presidência da República se manifestar em relação à Arguição de Descumprimento de Preceito Fundamental (ADPF) 581, apresentada pelo partido Rede Sustentabilidade contra o decreto de armas.

Cristina Kirchner enfrenta primeiro dia de julgamento A ex-presidente da Argentina Cristina Kirchner, atual senadora e candidata à vice-Presidência, ouviu ontem, durante três horas, as acusações contra ela na primeira audiência de um julgamento por corrupção. A advogada de 66 anos, que governou a Argentina entre 2007 e 2015, enfrenta 12 processos - em que é acusada de chefiar esquema de corrupção na província de Santa Cruz. Mais cedo, no Twitter, ela disse ser alvo de perseguição pelo governo do seu sucessor, Mauricio Macri. E que o processo contra ela tenta criar uma "cortina de fumaça" para "distrair os argentinos da dramática situação" do país.

E MAIS:
Feiosos.
   
Os UglyDolls Moxy, Wage, Babo, Ice-Bat e Wedgehead rumam ao Instituto da Perfeição com o desejo de serem amados mesmo sendo diferentes. Subvertendo a ideia do feio como um adjetivo negativo, a animação mostra que não é preciso ser perfeito para ser incrível. Em um mundo oculto onde os bonecos ganham vida, os bonecos são escolhidos a dedo, porém aqueles que têm algum defeito ou acabaram deformados são jogados como descarte na cidade de Uglyville. João Cortês, Aline Wirley, Rincon Sapiência e Paula Lima dublam a versão brasileira. A animação conta com a participação de Anitta na trilha sonora. // UglyDolls (UglyDolls) / Direção: Kelly Asbury / EUA, 2019 / Duração: 87 minutos / Gênero: Animação / Classificação: 6 anos.

Jornaldodia para tablets & smartphones
© 2019   http://www.jornaldodia.com.br>www.jornaldodia.com.br