No 7837   Ano 32   © 2019   4a-feira 21ago2019

Teste com míssil aumenta a tensão entre EUA e Rússia

O vice-ministro dos Negócios Estrangeiros da Rússia, Sergei Ryabkov, afirmou ontem que os recentes testes com mísseis, pelos EUA, estão aumentando as tensões militares. Ainda assim, ele disse que Moscou não será empurrado para uma nova corrida armamentista e não lançará novos mísseis, se Washington não o fizer primeiro. Ontem, o Departamento de Defesa dos EUA confirmou o teste com um míssil de cruzeiro, lançado da ilha de San Nicolas, na Califórnia. Foi a primeira operação deste tipo desde que os EUA abandonaram o Tratado de Armas Nucleares de Médio Alcance, firmado com a Rússia. A China acusou os EUA de buscarem "superioridade militar unilateral".

JORNALDODIA COMPLETO, SÓ PARA ASSINANTES
Peça já uma demonstração gratuita
> Empresas
> Escolas

  Assinantes também podem ler estas notícias:

  Presidente da Itália aceita demissão de premiê

  Justiça italiana ordena desembarque e apreensão do Open Arms

  Psoe rejeita proposta para formar coligação na Espanha

  Trump e Maduro confirmam contatos diretos entre EUA e Venezuela

 
POLÍTICA ECONOMIA NEGÓCIOS ÍNDICES GERAL MUNDO HOME
 
PressReader